e-escola

Herderite Intermédio

Publicado em 30/04/2010 

Jazida

Tipo de jazida
Pegmatitos graníticos fosfatados do tipo LCT

O elemento químico berílio encontra-se amplamente distribuído na crusta terrestre, embora quase sempre em baixas concentrações (teor médio: 2.6 ppm).

As rochas que apresentam maior concentração deste elemento são os pegmatitos, granitos, graisens, tufos riolíticos e alguns sienitos nefelínicos.

A herderite, tomando aqui o sentido mais abrangente da série herderite-hidroxiherderite, é um fosfato muito raro e surge, essencialmente, em pegmatitos graníticos fosfatados. Estes pegmatitos são geralmente do tipo LCT (Li, Cs, Ta).

A herderite forma-se, essencialmente, nas fases finais evolutivas dos pegmatitos graníticos, no domínio já considerado como hidrotermal. O mineral surge tipicamente em cavidades miarolíticas, como produto de alteração de minerais de Be mais precoces, como o berilo ou a berilonite, ou em unidades albitizadas. Normalmente, os cristais são de pequenas dimensões, mas em Minas Gerais, no Brasil, chegam a atingir mais de 10 cm de comprimento.

A herderite, em sentido restrito, é considerada extremamente rara e poderá ter uma origem mais precoce (fluidos supercríticos a hidrotermais, maior temperatura de formação e em ambientes mais ricos em flúor) do que a hidroxiherderite. A ocorrência de herderite e berilonite, com lepidolite, quartzo e elbaíte, em unidades albitizadas, é um exemplo deste tipo de associação.

São citadas também ocorrências de herderite em filões estaníferos, unidades metassomáticas (graisens com fluorite) ou em produtos de alteração supergénica de minerais primários.

Minerais Associados

Berilo, berilonite, fenacite, bavenite, quartzo, albite, microclina, moscovite, lepidolite, topázio, fluorite, apatite(CaF), turmalina (elbaíte), rútilo, zircão, calcite, siderite, minerais argilosos (ex. caulinite), pirite.

Tipo de Jazida

Fig. 4 - Pegmatito zonado - as zonas internas traduzem diferentes etapas da cristalização do corpo. Rocha encaixante - cinzento mais escuro na parte externa.

Autor e Créditos

Autor:

  • Manuel Francisco Pereira
  • Elsa Vicente
 

Tópicos Relacionados

  • Berílio

    Grupo de Produção de Conteúdos de Química | 06/11/2007 | Tabela Periódica | Básico

  • Ferro

    Grupo de Produção de Conteúdos de Química | 10/04/2008 | Tabela Periódica | Básico

  • Lítio

    Grupo de Produção de Conteúdos de Química | 14/11/2007 | Tabela Periódica | Básico

  • Flúor

    Grupo de Produção de Conteúdos de Química | 05/07/2007 | Tabela Periódica | Básico

  • Magnésio

    Grupo de Produção de Conteúdos de Química | 19/10/2007 | Tabela Periódica | Básico

  • Berilonite

    Manuel Francisco Pereira; Elsa Vicente | 16/12/2009 | Minerais | Intermédio

  • Bertrandite

    Manuel Francisco Pereira; Elsa Vicente | 16/12/2009 | Minerais | Intermédio

  • Lepidolite

    Manuel Francisco Pereira; Elsa Vicente | 29/01/2009 | Minerais | Intermédio

  • Fluorite

    Manuel Francisco Pereira; Elsa Vicente | 02/03/2010 | Minerais | Intermédio

  • Crisoberilo

    Manuel Francisco Pereira; Elsa Vicente | 11/03/2010 | Minerais | Intermédio

 

Referências Bibliográficas

  • [1] Almeida, C.M.P., Estudo do filão aplitopegmatítico da mina da Bajoca, Almendra. Contribuição Científico-tecnológica, Departamento de Geologia da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, Porto, 2003.
  • [2] Blackburn, W.H. & Dennen W.A., Principles of Mineralogy, Second Edition, Wm. C. Brown Publishers, 1994.
  • [3] Carneiro F.S., Potencialidades Minerais da metrópole, base firme de desenvolvimentos industrial do país, Arquivos da Direcção Geral de Minas e Serviços Geológicos, 1971.
  • [4] Celso S. & Gomes F., Minerais Industriais: Matérias Primas Cerâmicas, Instituto Nacional de Investigação Científica, Aveiro, 1990.
  • [5] Cerný, P., Short Course in Granitic Pegmatites in Science and Industry, Ed. P. Cerný. Mineralogical Association of Canada Short Handbook, 1982.
  • [6] Clark, A.M., Hey’s Mineral Index: Mineral Species, varieties and synonyms, 3ª. Ed., Chapman & Hall, 1993.
  • [7] Constantopoulos, J.T., Earth Resources Laboratory Investigations, Prentiss-Hall, 1997.
  • [8] Dud’a, R. & Reij.L, A Grande Enciclopédia dos Minerais, Editorial Inquérito, 1994.
  • [9] Edwards, D. & King, C., Geocience: Understanding Geological Processes, Hodder & Stoughton, 1999.
  • [10] Emsley, J., The Elements, Claredon Press, Oxford, 1991.
  • [11] Enciclopédia Minerais e Pedras Preciosas, RBA Editores, 1993.
  • [12] Gaines R., Skinner H., Foord E., Mason B., Rosenzweig A., Danas’s New Minerology, 8ª. Ed., John Wiley & Sons, Inc., 1997.
  • [13] Galopim de Carvalho, A.M., Sopas de Pedra: De Mineralibus, I, Gradiva Publicações Lda., 2000.
  • [14] Gomes, C.L. & Nunes, J.E.L., Análise paragenética e classificação dos pegmatitos graníticos da cintura hercínica centro-ibérica, M. Portugal V. Ferreira (Coord.), A Geologia de Engenharia e os Recursos Geológicos, Imprensa da Universidade Ed., Coimbra, 2003, pp. 85-109.
  • [15] Grew, E. S., Reviews in Mineralogy & Geochemistry, Beryllium – Mineralogy, Petrology and Geochemistry, Mineralogical Society of America, 2002.
  • [16] Harben, P.W. & Bates, R.L., Industrial Minerals, Geology and World Deposits. Industrial Minerals Division, Metal Bulletin PLC, London, 1990.
  • [17] Harben, P.W. & Kuzvart, M., Industrial Minerals, A Global Geology. Industrial Minerals Information Ltd, Metal Bulletin PLC, London, 1996.
  • [18] Hurlbut, C.S. Jr., Les Minéraux et L’ Homme, Éditions Stock, Paris, 1969.
  • [19] Hurlbut, C.S. Jr. & Switzer G.S., Gemology, Johnn Wiley & Sons, Inc., 1979.
  • [20] Jesus, A.M., Pegmatites Mangano-litiníferas da Região de Mangualde, Com. Serv. Geol. Portugal, 1993, 65-210.
  • [21] Klein, C. & Hurlbut C.S., Manual of Mineralogy (after James D. Dana), Revised 21ª. Ed., John Wiley & Sons, Inc., 1999.
  • [22] Lima, A.M.C., Estrutura, mineralogia e génese dos filões aplitopegmatíticos com espodumena da região Barroso-Alvão, Tese de doutoramento em Ciências, Departamento de Geologia, Centro de Geologia, FCUP, Porto, 2000.
  • [23] Manutcherhr-Danai M., Dictionary of gems and geomology, Springer-Verlag, 2000.
  • [24] Mendes, H. S. & Silva, M. I., Mineralogia e Petrologia – Segundo as lições do Prof. Eng. Luís Aires de Barros, Edição da Secção de Folhas da A.E.I.S.T., 1965.
  • [25] Neves, M.O., Caracterização químico-estrutural e petrográfica das micas litiníferas da mina do Castanho Nº1 (Gonçalo-Guarda), Tese de mestrado em Geoquímica, Departamento de Geociências da Universidade de Aveiro, Aveiro, 1993.
  • [26] Pereira, M.F.C, Estudo mineroquímico interpretativo da evolução da alteração de fosfatos de manganês – triplites de Mesquitela (Mangualde), Departamento de Geociências da Universidade de Aveiro, 1994.
  • [27] Pereira, M.F.C, Análise estrutural e mineralógica do aparelho pegmatítico de Pereira de Selão (Seixigal) - Vidago (N de Portugal), Tese de doutoramento em Engenharia de Minas, Departamento de Minas, IST-UTL, Lisboa, 2005.
  • [28] Putnis, A., Introduction to mineral sciences, Press Syndicate of the University of Cambridge, 1992.
  • [29] Ramos, J.M.F., Mineralizações de metais raros de Seixo Amarelo– Gonçalo (Guarda). Contribuição para o seu conhecimento, Tese de doutoramento, Fac. Cienc. Univ. Lisboa, Lisboa, 1998.
  • [30] Rewitzer, C. Wald, F. & Roschl, N., 1984, Portugal (Mangualde), Lapis Mineralien Magazin, 9, (12) pp. 21-26.
  • [31] Schnorrer-Kohler, G. Bendada, 1991, ein Phosphatpegmatit im Mittelteil Portugals, Lapis Mineralien Magazin, 5, pp. 21-33.
  • [32] Staff of U.S. Bureau of Mines, Mineral Facts and Problems, 1985 Edition, Bulletin 675, United States Department of the Interior, 1956.
  • [33] Velho J., Gomes C. & Romariz, Minerais Industriais, Geologia, Propriedades, Tratamentos, Aplicações, Especificações, Produções e Mercados, Gráfica de Coimbra, Coimbra, 1998.
 

Para comentar tem de estar registado no portal.

Esqueceu-se da password?

© 2008-2009, Instituto Superior Técnico. Todos os direitos reservados.
  • Feder
  • POS_conhecimento