e-escola

Electroforese de ácidos nucleicos Básico

Publicado em 21/11/2005 

Bio_LEGeG_Electroforese_acidnucleic_conjunto
Procedimento experimental
  • Preparar um gel de agarose com concentração de 0,8% em tampão TAE (1X).
    • Para tal suspender a agarose no tampão e ferver até obter uma mistura homogénea. Deixar arrefecer até 50º C antes de deitar a mistura líquida dentro do molde, contendo um pente de modo a formar câmaras com a possibilidade de aplicação da solução de DNA (Fig. A). Deixar solidificar o gel durante ~ 30 min.
  • Remover cuidadosamente o pente e colocar o gel (ainda sobre o molde) na tina horizontal de electroforese e encher a unidade com tampão TAE (composição 1X) até que o nível do tampão cubra e ultrapasse em 1 mm a superfície do gel.
  • Aplicar em cada uma das câmaras presentes no gel, as amostras de DNA onde se adicionou previamente 2 ml de uma solução corante com elevada densidade Tooltip ( Fig. B). Como referência aplicar também uma amostra contendo uma mistura de fragmentos de DNA de peso molecular conhecido ( 1 kb DNA ladder).
  • Iniciar a electroforese por aplicação do campo eléctrico (100 V) (Fig. C)
  • Após separação electroforética (Fig. D), colocar o gel numa solução de brometo de etídeo (1 mg/ml) preparada em tampão TAE 1X, durante 15 min.
  • Retirar o gel do tampão anterior usando luvas Tooltip e remover o líquido em excesso.
  • Visualizar o DNA pela fluorescência emitida pelo brometo de etídeo a ele associado, quando irradiado com radiação UV Tooltip .
  • Fotografar o gel sob radiação ultravioleta.

Autor e Créditos

Autor:

 

Para comentar tem de estar registado no portal.

Esqueceu-se da password?

© 2008-2009, Instituto Superior Técnico. Todos os direitos reservados.
  • Feder
  • POS_conhecimento