e-escola

Funções Intermédio

Publicado em 01/03/2004 (revisto em 24/11/2005)

Imaginemos agora que, aos mesmos alunos, o professor pergunta onde passaram as férias grandes, obtendo as respostas

António - campo
Joana - praia
Maria - campo
Pedro - praia e campo

Tomando o conjunto C = {campo, praia}, temos acima uma correspondência de A em C. Há, no entanto, uma diferença fundamental: dado x A, a expressão “local onde se passou as férias grandes” não identifica um elemento único de C, visto que o Pedro passou férias no campo e na praia.

Esta ambiguidade na imagem não é aceitável em Matemática: no primeiro caso, a correspondência é uma função de A em B enquanto que, no segundo caso, a correspondência não é uma função de A em C.

Com rigor diremos que:

Dados dois conjuntos(*)Tooltip A e B, uma função (ou aplicação) de A em B é uma correspondência que a cada elemento x A associa um e um só elemento y B.

Autor e Créditos

Autor:

  • Grupo de Matemática da UTL

Créditos:

  • Salvina Ribeiro
  • Ângelo Valério
 

Para comentar tem de estar registado no portal.

Esqueceu-se da password?

© 2008-2009, Instituto Superior Técnico. Todos os direitos reservados.
  • Feder
  • POS_conhecimento