e-escola

Bertrand Russel (1872 - 1970)

Publicado em 25/02/2002 (revisto em 13/08/2008)

Russel
Bertrand Russel
Fonte da imagem: WikipediaLink externo.

(...) é actualmente considerado uma referência incontornável do século XX, pelas as suas contribuições à Lógica e à Matemática, e pela sua participação social.

Bertrand Russell nasceu em 18 de Maio de 1872, em Ravenscroft, Monmouthshire, Inglaterra. Tornando-se órfão de pai e mãe aos dois anos de idade, foi educado pela sua avó, que lhe transmitiu sólidos princípios morais e religiosos. Ingressou aos 18 anos no Trinity College, Cambridge, onde estudou matemática e filosofia, doutorando-se em 1897, com a tese "An Essay on the Foundations of Geometry" (1897).

Em 1900, que considerou ser "o mais importante ano na minha vida intelectual", participou no Congresso Internacional de Filosofia em Paris, onde assistiu à apresentação de Peano sobre as suas descobertas na lógica simbólica. Esta experiência conduziu-o a prolongadas reflexões, depois publicadas na obra "Principles of Mathematics” (1903), onde defendeu o princípio de que os conceitos matemáticos se podem deduzir de alguns simples axiomas de lógica. Mais tarde, em colaboração com Alfred North Whitehead, publicou em 3 volumes a obra "Principia Mathematica" (1910), que o tornou conhecido mundialmente.

Há um famoso paradoxo da teoria dos conjuntos que é ainda conhecido pelo nome de paradoxo de Russell:

Depois de um curto período de actividade política, Russel decidiu iniciar, durante a Primeira Guerra Mundial, um movimento pacifista de acordo com as suas convicções. Foi detido em 1918 por motivos políticos e, durante os seis meses que passou na prisão escreveu "An Introduction to Mathematical Philosophy”, publicada em 1919. Depois da guerra, em 1920, estabeleceu-se durante alguns meses na União Soviética e viajou pelo Extremo Oriente, onde foi convidado a fazer uma série de conferências na Universidade de Pequim.

Na década de 30 publicou mais de vinte e quatro livros e mais de duzentos artigos em jornais entre os quais “The ABC of Atoms” e o "The ABC of Relativity”. Em Inglaterra foi nomeado professor do Trinity College, Cambridge e, a seguir à Segunda Guerra Mundial, tornou-se o porta-voz da Campanha para o Desarmamento Nuclear, tendo participado em diversas campanhas pacifistas. As suas tarefas atingiram tais proporções que se organizou, em 1963, a Fundação Bertrand Russell para a Paz.

Entre 1967 e 1969 publicou os três volumes da sua “Autobiografia”, que foram um êxito mundial.

Russell faleceu em Wales, a 2 de Fevereiro de 1970 e é actualmente considerado uma referência incontornável do século XX, pelas as suas contribuições à Lógica e à Matemática, e pela sua participação social.

Autor: Marco Robalo

© 2008-2009, Instituto Superior Técnico. Todos os direitos reservados.
  • Feder
  • POS_conhecimento