e-escola

Werner Karl Heisenberg (1901 - 1976)

Publicado em 25/02/2002

Heisenberg
Werner Karl Heisenberg
Fonte da imagem: MactutorLink externo.

Pelos seus trabalhos em física quântica, recebeu, em 1932, o Prémio Nobel da Física.

Werner Karl Heisenberg, nasceu em 5 de Dezembro de 1901 em Würzburg, Alemanha.

Filho de Dr. August Heisenberg e de Anna Wecklein, estudou Matemática e Física Teórica na Universidade de Munique, onde se doutorou em física (1923). Durante o Inverno de 1922-1923, foi para Goettingen, e aí se tornou assistente de Max Born , com quem viria a propor, em 1924, uma abordagem ao comportamento do átomo baseada na álgebra de matrizes. Em 1925, com a ajuda de Born e de Jordan, desenvolveu esta ideia criando uma teoria consistente da mecânica quântica.

Foi nomeado orador de Física Teórica na Universidade de Copenhaga em 1926 e um ano depois, com apenas 26 anos, tornou-se professor de Física Teórica na Universidade de Leipzig. Em 1927 descobriu o princípio da incerteza e explicou o ferromagnetismo com base na estrutura atómica. Pelos seus trabalhos em física quântica, recebeu em 1932 o Prémio Nobel da Física.

Em 1941 foi apontado professor e Física na Universidade de Berlim e nomeado director do Kaiser Wilhelm Institute for Physics. Durante a segunda guerra mundial, colaborou com Otto Hahn na criação de um reactor nuclear. No pós-guerra, foi tomado prisioneiro pelas tropas americanas e enviado para Inglaterra. De regresso à Alemanha em 1946, foi presidente do Deutsche Forschungsrat (centro de pesquisa alemão) entre 1949 e 1951 e em 1953 foi eleito presidente da Fundação Alexander von Humboldt.

Durante a sua vida, proferiu palestras em diversas Universidades dos Estados Unidos da América, Inglaterra, Japão e índia e recebeu o título de Doutor Honoris Causa das Universidades de Bruxelas e Budapeste. Foi eleito membro das Academias de Ciências de Londres, Göttingen, Bavaria, Saxónia, Prussia, România, Noruega, Espanga e da German Akademie der Naturforscher Leopoldina (Halle), Accademia dei Lincei (Roma), e da American Academy of Sciences (EUA).

Amante de música clássica e pianista exemplar, casou com Elisabeth Schumacher em 1937 e com ela teve sete filhos. Faleceu em 1 de Fevereiro de 1976 em Munique, Alemanha.

Autor: e-escola

© 2008-2009, Instituto Superior Técnico. Todos os direitos reservados.
  • Feder
  • POS_conhecimento