e-escola

René Descartes (1596 - 1650)

Publicado em 25/02/2002 (revisto em 03/07/2008)

O Filósofo Matemático

Descartes
René Descartes
Fonte da imagem: MactutorLink externo.

“Penso, logo existo.” (Descartes)

René Descartes nasceu em La Haye (rebaptizada Descartes em sua honra), França, a 31 de Março de 1596.

Descartes entrou num colégio jesuíta em La Flêche, com apenas oito anos, e até 1612 estudou lógica e filosofia aristoteliana. Na escola, a única disciplina que satisfazia a sua necessidade de rigor e fundamento era a matemática, e esta providenciaria os fundamentos para o pensamento e trabalho da sua vida. Devido a problemas de saúde, Descartes tinha a permissão para se levantar apenas às 11 horas da manhã, e manteve esse hábito até ao final da sua vida.

Em 1612, Descartes partiu para Paris, onde passou poucas semanas, e depois ingressou na Universidade de Poitiers, em Direito. Graduou-se em 1616, e alistou-se numa escola militar em Breda. Em 1618 estudou Matemática e Mecânica sob a alçada de Isaac Beeckman, e após dois anos viajou pela Europa e juntou-se brevemente ao exército do príncipe Maurício de Orange.

De 1620 a 1628 viajou incessantemente pela Europa fora, tendo contacto com MersenneLink externo , HuygensLink externo , entre outros. Depois, cansado de viajar, instalou-se na Holanda por mais de vinte anos.

Na Holanda, Descartes escreveu o seu primeiro tratado sobre Física, “Le Monde, ou Traité de la Lumière”. Quando estava a acabar a sua obra soube da prisão de Galileu, e por preocupação não a publicou. No entanto, por pressão dos amigos, publicou em Leiden, em 1637, um tratado científico com o título “Discours de la méthode pour bien conduire sa raison et chercher la vérité dans les sciences”. Descartes acreditava que todo o universo material poderia ser explicado em termos físico-matemáticos. Neste livro, opondo-se veementemente à tradição escolástica de influência aristotélica, inspirou-se no rigor demonstrativo da matemática para encontrar um fundamento absoluto e irrefutável para as ciências.

O livro estava dividido em três partes: La Géométrie, Les Météores, e La Dioptrique. Em La Géométrie foi o primeiro a aplicar a álgebra à geometria e a classificar as curvas sistematicamente, separando curvas geométricas (que podem ser expressas com exactidão através de uma equação) de curvas mecânicas (que não podem), e a criar o que se chama hoje em dia a geometria cartesiana. La Dioptrique era sobre óptica, e Les Météores tratava pela primeira vez de meteorologia a partir de uma perspectiva científica.

Descartes também fez trabalho filosófico importante, e publicou “Meditações sobre a Primeira Filosofia”, que trata de variadas questões existenciais. O seu trabalho em Física mais abrangente, “Principia Philosophiae”, no qual tentava criar fundações matemáticas para a estrutura do Universo, foi publicado em Amsterdão em 1644.

Em 1649 partiu para Estocolmo, a convite da Rainha Cristina da Suécia, e aí permaneceu durante 11 meses. Morreu a 11 de Fevereiro de 1650, em Estocolmo, Suécia, com pneumonia, porque a Rainha exigia-lhe que acordasse às cinco da manhã, contrariando o seu hábito vitalício. Madrugar num clima rigoroso foi-lhe fatal.

Autor: Nuno Freitas

© 2008-2009, Instituto Superior Técnico. Todos os direitos reservados.
  • Feder
  • POS_conhecimento