e-escola

Jean Le Rond d'Alembert (1717 - 1783)

Publicado em 25/02/2002 (revisto em 13/08/2008)

d'Alembert
Jean Le Rond d'Alembert
Fonte da imagem: MactutorLink externo.

As suas pesquisas no campo da mecânica e da astronomia representaram um contributo fundamental para o avanço da ciência.

Jean Le Rond d'Alembert nasceu em Paris, a 17 de Novembro de 1717.

Foi abandonado pela mãe à nascença na igreja de St. Jean Le Rond, e depois entregue a um orfanato, onde recebeu o nome Jean Le Rond.

O seu pai, Louis-Camus Destouches, oficial das forças armadas, estava ausente na data do seu nascimento, e, quando regressou a Paris, entregou-o ao cuidado de Mme Rousseau, que durante toda a vida o acompanhou.

D'Alembert estudou teologia no Collège des Quatre Nations e formou-se em Direito (1735-1738), mas só depois descobriu a sua vocação para a Matemática e Física.

A apresentação, em Julho de 1739, do artigo "Mémoire sur le calcul intégral", na Académie des Sciences, marca o início da sua carreira em Matemática. Em 1741 foi nomeado membro da Académie des Sciences e treze anos depois foi nomeado membro da Académie Française, de que foi eleito secretário perpétuo em 1752.

Durante toda a sua vida, d'Alembert participou activamente nas duas Academias, contribuindo activamente com diversas publicações. Manteve também correspondência continuada com os principais vultos da época, nomeadamente com Euler, Voltaire e Jean-Jacques Rousseau.

As suas pesquisas no campo da mecânica e da astronomia representaram um contributo fundamental para o avanço da ciência. Teve também um papel fundamental na elaboração do projecto da “Encyclopédie”, dirigida por Diderot, onde foi responsável pela redacção de diversos artigos e pela elaboração do prefácio. Depois de uma ruptura com Diderot, d'Alembert dedicou-se às Letras e às Artes.

D'Alembert foi pioneiro no estudo das equações com derivadas parciais e no seu uso na física, foi também dos primeiros a estudar teoria das funções, tendo descrito a derivada como limite de razões incrementais. Aliás foi também pioneiro no estudo dos limites, sendo o critério de d'Alembert para a convergência de séries numéricas baseado neste conceito. Demonstrou ainda o teorema fundamental da álgebra que diz que toda a equação polinomial a uma variável, de grau n, tem exactamente n soluções.

Morreu em 29 de Outubro de 1783 em Paris.

Autor: Marco Robalo

© 2008-2009, Instituto Superior Técnico. Todos os direitos reservados.
  • Feder
  • POS_conhecimento