e-escola

Genómica Funcional, Proteómica e Bioinformática

Publicado em 07/07/2008 

O desenvolvimento do equipamento e das técnicas que permitem a sequenciação automatizada de fragmentos de DNA e mesmo de genomas, ou seja, do material genético total de um organismo, célula ou vírus, está na base do aparecimento da nova área científica da Genómica. De facto, desde 1995, data em que foi disponibilizada a primeira sequência completa do genoma de um ser vivo (da espécie bacteriana Haemophilus influenza), as abordagens genómicas e pós-genómicas vieram revolucionar a forma de investigar e de desenvolver qualquer outra actividade nas várias vertentes da Biologia. De acordo com o banco de dados GOLD™Link externo - Genomes OnLine Database v. 2.0 existem cerca de 320 genomas completos publicados, incluindo o genoma Humano, e estão em curso 802 projectos de sequenciação de genomas de procariotas e 548 de eucariotas. Esta torrente de informação genómica veio abrir as portas à análise global da expressão genética, com base na transcritómica (estudo do conjunto de todos os transcritos – mRNAs – numa célula) e na proteómica (estudo do conjunto das proteínas duma célula). Veio também dar ímpeto à nova área inter- e trans-disciplinar da Bioinformática, que envolve a Biologia, a Estatística e a Informática. Esta nova disciplina veio permitir a construção de numerosas bases de dados, com informação à escala genómica e ferramentas computacionais associadas, cuja utilização é, também, exemplificada nesta secção do portal e-escola. Demonstra-se, ainda, a forma de utilização da informação biológica e das ferramentas computacionais disponíveis em bases de dados para guiar a programação de trabalho experimental nas áreas da Engenharia Genética e da Genómica.

Sub-Temas e Tópicos

© 2008-2009, Instituto Superior Técnico. Todos os direitos reservados.
  • Feder
  • POS_conhecimento